Tecnologia a favor da saúde


Uma técnica de tratamento de tumores, disponível no Sistema Único de Saúde, está produzindo bons resultados em São Paulo. É uma microcirurgia, que passou a ser usada também em casos complexos de câncer de pele.

Um homem vai operar um tumor no fígado. Nem parece. "A gente não sente nada", conta ele. Não sente nada e ainda fica observando o trabalho dos médicos. A anestesia é local. O corte não tem nem um centímetro, espaço suficiente para passar um cateter, que vai levar o medicamento até o tumor.

O cateter tem só um milímetro e meio e geralmente é introduzido pela artéria da virilha do paciente. A quimioterapia fica muito mais eficiente e diminui os efeitos colaterais. Com o cateter também é possível injetar medicamentos que dificultam o crescimento do tumor.

Rejane também teve um câncer de fígado. A cirurgia com cateter fez o tumor diminuir bastante. Mais tarde, quando fez a cirurgia tradicional para a retirada do tumor, tudo foi mais seguro e tranqüilo. "Eu me sinto muito bem. Graças a Deus estou ótima", comenta Rejane.

A técnica agora também está sendo usada no combate ao câncer de pele. Ajuda a evitar a amputação de uma perna ou um braço, solução radical muito comum nesse tipo de câncer.

"Eu consigo que essas lesões regridam, diminuam a dor, diminuam o risco de sangramento e, dessa maneira, o paciente consegue ser tratado através de outras técnicas e eu evito na grande maioria dos casos que esses membros sejam amputados", explica o médico Francisco César Carnevale.

A técnica da quimioterapia com cateter é chamada de radiologia intervencionista e parece antecipar a cirurgia do futuro. Seu José Aparecido vai para casa hoje mesmo. A operação não durou nem 50 minutos. “Está tudo bem. Não doeu nada”, diz o paciente.

http://jornalnacional.globo.com/Jornalismo/JN/0,,AA1406570-3586,00.html

© Copyright 2011 - ONCOCAMP - Clinica de Oncologia Diag.e Terap. SC Ltda. - Rua Pe. Joaquim Gomes, 149 - Jd. Guanabara - Campinas - SP